Quanto Custa decorar?

ANOTA AÍ:

Pra começar, lembra: a sua CRIATIVIDADE e algumas pequenas regras são as principais aliadas da economia.

As vezes, ao pintar uma parede você já consegue transformar um ambiente – neste caso, um galão de tinta de R$ 55 - e uma forcinha no braço, hehe - é o suficiente. Mas, talvez, você precise trocar os móveis e algumas coisas mais, aí o preço varia com as opções. Afinal, é possível comprar seus móveis em lojas luxuosas ou tentar opções mais em conta.

Então Mari, o que fazer? Temos 3 passos que podem definir os custos:

1) Descobrir sua necessidade x sonho.


2) Planejar as mudanças, respeitando os limites do seu bolso.


3) Finalmente, decida o que será feito imediatamente e o que pode esperar. Você tem dinheiro para comprar tudo hoje mesmo? Que sorte! Ainda assim, vale negociar, pagamento à vista pode gerar, em média, 6% de desconto.


Feito isso, vamos pra prática:

Olhe tudo o que você tem em casa e pense o que pode e o que não pode ser reaproveitado.
O sofá precisa ser trocado porque está com a espumar desconfortável ou bastar usar uma capa? Você precisa mesmo de uma cômoda nova ou uma pátina deixaria o móvel mais atual? O Reaproveitamento baixa muito o custo da sua decoração


Então, dê uma volta pelas lojas de decoração na sua cidade e repare em tudo. Assim você consegue se interar da média de preços dos objetos e móveis que acha mais sua cara. Mas tem que ser um passeio sem compromisso, hein?! hehehe
Não precisa definir o que vai comprar, apenas observe o que está nos show rooms e os valores.


Com o planejamento que tiver feito de suas necessidades, você decide o que será reaproveitado, analisa o custo do que for ter que realmente adquirir para então pensar em começar uma pequena, ou grande, transformação.


E ai, esta pensando em mudar seu ambiente?
Olha lá, hein?! Não deixe de reaproveitar umas coisinhas.


Um beijo enorme.
Mari Andrade (@mariiandradee)

escritório AMV.arqdesign (@amv.arqdesign)

Mundo Marcolina